Meu Israel

"Se eu me esquecer de ti, ó Jerusalém, esqueça-se a minha direita da sua destreza.
Se me não lembrar de ti, apegue-se-me a língua ao meu paladar; se não preferir Jerusalém à minha maior alegria."


Tehillim 137

Estar em Israel é como entrar em um portal aberto, onde o Olam Haba e o Olam HaZeh estão "alinhados", isto é , o mundo espiritual e o mundo físico, sintonizados, o que nos dá acesso a um relacionamento direto com HaShem.
O Salmo acima expressa a necessidade da alma de cada judeu, o desejo de fazer a Aliyah (ascensão ou elevação espiritual), termo que designa imigração judaica para as terras de Israel.

Estada em Jerusalém 2012
Após a expulsão espanhola em 1492, milhares de judeus marranos fugiram para Tzfat (Safed). Eles viviam com medo de seu dia final do julgamento, quando diante de HaShem teriam que ajustar contas por suas ações cometidas pelo marranismo isto é a conversão forçada ao catolicismo e enfrentar conseqüências graves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todo comentário será previamente avaliado antes do mesmo ser publicado.
Favor assinar com o seu endereço de email.
Obrigado.